Price action: a arte de dançar no ritmo do mercado

Tudo o que você precisa saber sobre o price action, uma estratégia de Trading simples para utilizar nos mercados.

Se tivéssemos que eleger a estratégia de Trading mais simples do mundo, o price action conquistaria certamente o primeiro lugar. 

Sem indicadores técnicos complicados, parâmetros específicos ou interpretações matemáticas complexas, o price action se concentra nos movimentos dos preços dos ativos, considerado a essência da análise técnica.

A seguir, saiba mais sobre essa abordagem flexível e eficaz que atrai desde os Traders iniciantes aos mais experientes.

Aviso

O Trading expõe você a riscos de perda financeira exponenciais. Essa atividade é adequada para pessoas experientes, com perfil de investidor arrojado e, preferencialmente, com recursos financeiros que suportem os riscos e compreendam o funcionamento dos produtos negociados.

Altamente especulativas e particularmente complexas, as transações em instrumentos de câmbio (FOREX) e contratos por diferença (CFD) estão associadas a um nível ainda mais elevado de risco devido à possibilidade de alavancagem das posições.

Publicados para fins educacionais, os conteúdos do NewTrading não são, em nenhum caso, um aconselhamento em investimentos nem uma incitação a comprar ou vender ativos financeiros.

Entendendo o price action

O price action é o estudo da movimentação dos preços passados de um ativo financeiro, visando antecipar a sua direção futura. Essa abordagem concentra-se no preço em si, em vez de indicadores técnicos como médias móveis ou o Índice de Força Relativa (RSI).

Baseados na ideia de que os preços refletem todas as informações disponíveis no mercado, os Traders adeptos dessa metodologia analisam gráficos de preços “puros”, sem indicadores, para compreender o sentimento do mercado financeiro e identificar possíveis tendências.

Essa abordagem é universal e pode ser aplicada a diversos instrumentos financeiros, como ações, moedas (Forex), commodities e até criptomoedas.

A análise do price action envolve o uso de gráficos de velas, especialmente os japoneses, que destacam não apenas os preços de abertura e fechamento, mas também as altas e baixas em cada período. 

Essas informações são fundamentais para reconhecer padrões gráficos, como martelos, estrelas cadentes ou haramis, permitindo a identificação de possíveis reversões ou continuidades de tendência.

A simplicidade e versatilidade do price action justificam a sua popularidade entre os Traders, sendo bastante útil no Trading de curto prazo, no qual a capacidade de reagir rapidamente aos movimentos de preços é essencial. 

Ele também é aplicável a estratégias de longo prazo para identificar tendências fundamentalistas e pontos de reversão significativos.

Como funciona o price action?

O price action baseia-se na ideia de que os preços incorporam todas as variáveis externas que influenciam um mercado, como notícias econômicas, eventos geopolíticos, psicologia de mercado e dados relacionados à análise fundamentalista.

O objetivo dessa estratégia simplificada é obter uma leitura imparcial e direta da dinâmica do mercado financeiro.

Os gráficos “limpos” excluem todos os indicadores técnicos. No entanto, é importante observar atentamente alguns sinais-chave como:

  • Níveis de suporte e resistência

Representam pontos onde o preço tende a encontrar obstáculos. O suporte é um nível onde a queda dos preços desacelera ou é interrompida, enquanto a resistência é um nível onde a alta dos preços encontra pressão de venda.

  • Tendências

O reconhecimento de uma tendência de alta, tendência de baixa ou lateral é crucial. Desenhar linhas de tendência pode servir para identificar esses movimentos.

  • Padrões de candlestick

Alguns padrões, como o martelo, o gap ou a estrela cadente, são interpretados como sinais de reversão de preço dos ativos ou continuação de tendência.

  • Cisões 

Uma quebra ocorre quando o preço ultrapassa um nível de suporte ou resistência. Indica potencialmente o início de uma nova tendência.

  • Zonas de consolidação

Essas zonas indicam onde o preço se estabiliza, muitas vezes antes de um movimento significativo.

Price action e métodos de análises

O price action é frequentemente considerado a base da análise técnica por focar no elemento principal do mercado: o preço.

Essa abordagem é percebida como uma leitura direta das forças do mercado, ao contrário de outras estratégias clássicas, como a análise fundamentalista, que se baseia em indicadores ou análises externas.

Price action e análise técnica

Price actionAnálise tecnica
Baseada em preços “puros”. Concentra-se exclusivamente na evolução dos preços, sem recorrer a indicadores técnicos.Utilização de indicadores. Baseia-se em indicadores técnicos como médias móveis, RSI, etc.
Interpretação direta. As decisões são tomadas por meio da observação direta dos movimentos dos preços, padrões e tendências.Interpretação indireta. As decisões dependem da interpretação dos indicadores, que podem atrasar ou filtrar as informações de preço.
Adaptabilidade. Pode ser aplicada de maneira flexível a diversos mercados e escalas de tempo.Dependência do contexto. Alguns indicadores são eficazes apenas em certos tipos de mercados ou em determinadas escalas de tempo.
Simplicidade e pureza. Livre de algoritmos complexos e modelos estatísticos.Complexidade. Exige uma compreensão detalhada das ferramentas e dos dados.

Price action e análise fundamentalista

Price actionAnálise fundamentalista
Concentração no preço. O preço é considerado um reflexo de todos os fatores, incluindo os fundamentalistas.Foco nos dados da empresa. Concentra-se nos balanços financeiros, na saúde econômica, entre outros aspectos.
Reatividade ao mercado. Capaz de capturar rapidamente as mudanças de mercado através da observação dos preços.Abordagem a longo prazo. Mais adequada para investimentos de longo prazo, baseados no valor intrínseco dos ativos.
Aplicável a curto prazo. Eficiente para negociações de curto prazo e intradiárias.Menos eficaz a curto prazo. As informações fundamentalistas não mudam com frequência e são menos úteis para decisões rápidas.
Análise técnica. Baseia-se nos movimentos de preços para analisar o mercado.Análise qualitativa e quantitativa. Combina dados quantitativos (números) e qualitativos (por exemplo, a qualidade da gestão).

Como negociar com o price action?

  1. Construir e interpretar gráficos

Utilizar uma plataforma de Trading para criar gráficos de candlestick japonês, a fim de analisar os movimentos de preço do ativo-alvo.

  1. Identificar e interpretar padrões

Padrões específicos e recorrentes, como gaps, martelos ou estrelas cadentes, podem indicar tendências e reversões.

  1. Identificar níveis de suporte e resistência

Esses níveis correspondem a pontos-chave de tensão em termos de preço. Identificá-los e posicionar-se de acordo é uma abordagem eficaz.

  1. Reconhecer tendências

Traçar linhas de tendência usando a ferramenta gráfica da sua plataforma aprimora ainda mais a sua visão do movimento dos preços, seja de alta, de baixa ou lateral.

O price action se aplica a diferentes perfis de Traders:

  • Day Traders
    Os adeptos ao day trade encontram no price action uma ferramenta eficaz para aproveitar oportunidades de curto prazo com base apenas nas oscilações de preço.
  • Swing Traders
  • Esses investidores mantêm posições por vários dias ou semanas e usam o price action para identificar tendências e reversões.
  • Traders de longo prazo
  • Embora menos numerosos, os investidores de longo prazo também podem usar o price action para identificar pontos estratégicos de entrada e saída.

Vale mencionar que o price action pode ser usado em muitos mercados, como:

  • Moedas (Forex);
  • Ações;
  • Índices;
  • Commodities.

Vantagens e desvantagens do price action

VantagensDesvantagens
Simplicidade. O price action foca nos preços sem a interferência de vários indicadores técnicos.Subjetividade da interpretação. Os sinais de price action podem ser interpretados de várias maneiras pelos diferentes tipos de Traders.
Universalidade. É aplicável em diversos mercados (Forex, ações, commodities, etc.) e escalas de tempo.Necessidade de experiência. Uma boa interpretação dos gráficos requer experiência e um conhecimento sólido do mercado.
Reatividade. Permite reagir rapidamente às mudanças de mercado, já que não depende de indicadores que possam estar atrasados.Dependência da volatilidade. Em mercados com poucos movimentos de preço, os sinais de price action podem ser menos claros.
Flexibilidade. Pode ser adaptado a diferentes estilos de negociação, desde o Day Trading até o Swing Trading.Risco de interpretação excessiva. Sem a disciplina necessária, os Traders podem interpretar demais os movimentos de preço e cometer erros.
Necessidade de confirmação. Na ausência de outros indicadores, alguns Traders podem se sentir inseguros em suas decisões.

Se você chegou até aqui, pode perceber que o price action é uma estratégia de Trading acessível e flexível, focada na análise do movimento dos preços sem o uso de indicadores técnicos. 

Essa abordagem direta e simplificada, se destaca por sua universalidade, reatividade e capacidade de se adaptar a diferentes mercados e estilos de negociação.

Embora ela atraia muitos Traders em busca de um método simples e eficaz a curto prazo, suas vantagens e desvantagens também devem ser consideradas. Afinal, o price action é apenas uma das muitas estratégias de negociação disponíveis.

author

Maxime PARRA

Apaixonado pelo mercado financeiro, Maxime pratica day trading desde os seus 18 anos. Já ministrou mais de cem palestras e treinamentos em prestigiadas escolas de negócios e engenharia na Europa. Atualmente, ele é CEO da Syntax Finance, uma agência que acompanha as principais marcas do setor financeiro mundial em suas estratégias de marketing de conteúdo.

Conteúdos para ir mais longe

Backtesting de uma estratégia de Trading: Guia Completo

Backtesting: o simulador de voo dos Traders

Melhor prevenir do que remediar. Se investir em uma conta de demonstração já é uma ferramenta poderosa para progredir sem.

05/02/2024
Pullbacks: Entendendo e Utilizando-os no Trading

Pullback: Entendendo as Oscilações do Mercado

Se a imagem de um navio navegando rapidamente sobre as ondas ilustra perfeitamente a forte tendência de um mercado, observar.

02/02/2024
Trading Heikin Ashi: operando com candles 2.0

Heikin Ashi: como operar com candles 2.0

As famosas velas japonesas, bastante conhecidas pelos Traders, apresentam uma grande falha: elas não filtram o ruído do mercado. Isso.

01/02/2024