Renko: como negociar com “tijolos”

Indicador Renko: Compreendendo e Utilizando-o no Trading

Embora os gráficos de velas japonesas sejam muito populares entre os Traders, eles provavelmente enviarão sinais falsos relacionados aos ruídos do mercado.

Esta é a razão pela qual outros métodos de representação de preços foram desenvolvidos na “terra do sol nascente”: os “tijolos” do indicador Renko são formados apenas quando ocorre um movimento significativo de preços, independentemente da duração.

Este recurso permite que os Traders se concentrem na tendência, em vez de em pequenas variações de preço, tornando a análise mais intuitiva e eficiente!

Aviso

O Trading expõe você a riscos de perda financeira exponenciais. Essa atividade é adequada para pessoas experientes, com perfil de investidor arrojado e, preferencialmente, com recursos financeiros que suportem os riscos e compreendam o funcionamento dos produtos negociados.

Altamente especulativas e particularmente complexas, as transações em instrumentos de câmbio (FOREX) e contratos por diferença (CFD) estão associadas a um nível ainda mais elevado de risco devido à possibilidade de alavancagem das posições.

Publicados para fins educacionais, os conteúdos do NewTrading não são, em nenhum caso, um aconselhamento em investimentos nem uma incitação a comprar ou vender ativos financeiros.

Compreendendo o Indicador Renko

O nome Renko deriva da palavra japonesa “renga” (“tijolo” em português).

Projetado para fornecer uma representação mais clara e simples do movimento dos preços, este indicador difere dos gráficos tradicionais, como os candlesticks japoneses.

Assim como Heikin Ashi, a principal característica do indicador Renko é a sua capacidade de filtrar o ruído do mercado e focar apenas em movimentos significativos de preços.

Cada bloco Renko representa um movimento de preço predefinido e independente do tempo, eliminando assim pequenas variações, fontes de confusão nos gráficos de velas clássicos.

Enquanto os gráficos de velas sejam desenhados em intervalos regulares, os blocos Renko se formam apenas quando o preço se move por um determinado número de pontos ou porcentagens, independentemente da duração.

Historicamente, a origem do indicador Renko remonta ao século XVIII no Japão, onde foi desenvolvido para o comércio de arroz.

Para os Traders, o gráfico Renko proporciona uma visão mais clara das tendências do mercado e permite que eles se concentrem em movimentos significativos de preços, para uma melhor tomada de decisões. 

Ele também facilita a identificação dos níveis de suporte e resistência, bem como ler tendências em mercados voláteis onde as movimentações de preço são mais erráticas.

Como configurar blocos Renko?

O parâmetro principal é o tamanho do bloco. Para configurá-lo, muitos Traders utilizam o Average True Range (ATR), um indicador de volatilidade do mercado.

Para selecionar o tamanho correto do bloco Renko usando ATR, é necessário primeiro observar a volatilidade atual do mercado. O ATR calcula a média das oscilações de preços durante um determinado período (normalmente 14 dias). Este valor médio pode ser usado como base para definir o tamanho do bloco.

Por exemplo, se o ATR de 14 dias for 10 pontos, esse número poderá ser usado como tamanho do bloco. Este método permite ajustar o tamanho dos blocos conforme as condições do mercado, otimizando assim a relevância dos gráficos.

Os Traders podem fazer várias perguntas para ajustar melhor o tamanho dos blocos, como:

  • “Qual é a volatilidade atual do mercado?” 
  • “Quais são meus objetivos de Trading?” (curto prazo, médio prazo, longo prazo)
  • “Estou confortável com as rápidas flutuações do mercado financeiro?”

Um mercado volátil exigirá blocos menores para capturar movimentos de preços significativos, enquanto um mercado mais calmo pode ser melhor representado por blocos maiores.

Resumo dos diferentes tamanhos de bloco Renko e suas implicações:

Tamanho do bloco RenkoVolatilidade do mercadoTipo de Trading
Pequeno (ex: 5 pontos)AltoTrading rápido e de curto prazo
Média (ex: 10 pontos)MédiaMédio prazo, equilíbrio risco/oportunidade
Grande (ex: 20 pontos)BaixoTendências gerais de longo prazo

As armadilhas a serem evitadas com os gráficos Renko

Embora os gráficos Renko sejam particularmente úteis para filtrar o ruído do mercado, eles não estão isentos de falhas:

  • Falsos sinais 

Os gráficos Renko podem, por vezes, gerar falsos sinais, principalmente devido à insensibilidade a pequenos movimentos de preços. Eles normalmente acontecem durante movimentos laterais do mercado, nos quais os blocos Renko podem sugerir uma tendência que não existe realmente.

Para identificar esses falsos sinais, os Traders podem examinar o contexto geral do mercado, utilizar indicadores complementares (como médias móveis ou indicadores de volume) ou aguardar a confirmação do sinal por um segundo bloco Renko na mesma direção.

  • Gestão de Riscos

A gestão de riscos com os gráficos Renko requer uma abordagem específica, especialmente em mercados voláteis.

Para gerir melhor esses riscos, os Traders podem definir stop-loss e take-profit claros, adaptar o tamanho dos blocos com base na volatilidade do mercado (usar um ATR recente para ajustar o tamanho) e não depender exclusivamente dos gráficos Renko para decisões de Trading. É recomendável combiná-los com outras ferramentas de análise técnica.

Estratégias com o indicador Renko

Estratégia baseada em divergências de momentum

A integração do indicador RSI (Índice de Força Relativa) com os gráficos Renko é uma estratégia popular para detectar inversões de tendência com base em divergências de momento.

  • Utilização do RSI com Renko

Primeiro você deve sobrepor o RSI ao gráfico Renko. O RSI oscila entre 0 e 100 e ajuda a identificar condições de sobrecompra (>70) e sobrevenda (<30). O objetivo é detectar divergências entre os movimentos dos blocos Renko e os níveis do RSI.

  • Identificação das divergências

Uma divergência ocorre quando há um desacordo entre a direção dos preços (representada pelos blocos Renko) e a direção do RSI. Por exemplo, se os blocos Renko indicam uma tendência de alta, mas o RSI começa a diminuir, isso sugere uma divergência de baixa e, portanto, uma possível inversão de tendência.

  • Sinais de entrada e saída

Sinal de entrada: uma divergência de baixa (tendência de alta nos blocos Renko, queda no RSI) ou de alta (tendência de baixa nos blocos Renko, aumento no RSI) pode servir como sinal de entrada. O sinal é confirmado se o RSI atravessar os níveis de sobrecompra ou sobrevenda.

Sinal de saída: o retorno do RSI a níveis mais normais (por volta de 50) ou uma mudança de direção nos blocos Renko pode indicar um momento oportuno para sair de uma posição.

Estratégia de reconhecimento de padrões gráficos

A análise de padrões gráficos, especialmente “double top” (topo duplo) e “double bottom” (fundo duplo), é facilitada pelo uso de gráficos Renko. Esses padrões oferecem indicações de reversões de tendência e podem ser explorados para tomar posições estratégicas:

  • Double Top (Topo duplo)

Este padrão ocorre quando um ativo financeiro atinge um nível de preço elevado duas vezes, com uma leve queda entre os dois picos. Em um gráfico Renko, um topo duplo é identificado quando duas colunas de blocos ascendentes são separadas por uma coluna de blocos descendentes. Ele sugere uma reversão baixista.

  • Double Bottom (Fundo duplo)

Este padrão gráfico ocorre quando o preço atinge duas vezes um nível baixo, separado por um leve aumento. Em um gráfico Renko, isso se manifesta através de duas colunas de blocos descendentes separadas por uma coluna ascendente. Ele indica uma potencial reversão altista.

Como tomar posição com base nesses padrões?

  • Para um topo duplo, uma posição de venda pode ser considerada quando a segunda coluna ascendente começa a inverter, confirmada pelo movimento descendente dos blocos.
  • Para um fundo duplo, uma posição de compra pode ser considerada quando a segunda coluna descendente se reverte para uma coluna ascendente.

O indicador Renko filtra o ruído do mercado e destaca os movimentos de preços mais significativos. Ele oferece uma visão clara das tendências e ajuda os Traders a tomar decisões mais informadas, quando combinado com outras ferramentas de análise técnica.

Vale ressaltar que a análise técnica é apenas uma parte da estratégia global de Trading, na qual a análise fundamentalista também desempenha um papel crucial.

author

Maxime PARRA

Apaixonado pelo mercado financeiro, Maxime pratica day trading desde os seus 18 anos. Já ministrou mais de cem palestras e treinamentos em prestigiadas escolas de negócios e engenharia na Europa. Atualmente, ele é CEO da Syntax Finance, uma agência que acompanha as principais marcas do setor financeiro mundial em suas estratégias de marketing de conteúdo.

Conteúdos para ir mais longe

Backtesting de uma estratégia de Trading: Guia Completo

Backtesting: o simulador de voo dos Traders

Melhor prevenir do que remediar. Se investir em uma conta de demonstração já é uma ferramenta poderosa para progredir sem.

05/02/2024
Pullbacks: Entendendo e Utilizando-os no Trading

Pullback: Entendendo as Oscilações do Mercado

Se a imagem de um navio navegando rapidamente sobre as ondas ilustra perfeitamente a forte tendência de um mercado, observar.

02/02/2024
Trading Heikin Ashi: operando com candles 2.0

Heikin Ashi: como operar com candles 2.0

As famosas velas japonesas, bastante conhecidas pelos Traders, apresentam uma grande falha: elas não filtram o ruído do mercado. Isso.

01/02/2024